Cidadania Italiana – Quem tem direito?

Cidadania Italiana – Quem tem direito?

A cidadania italiana jure sanguinis é transmitida a partir do(a) ascendente italiano(a)-nascido na Itália – aos descendentes (desde que não tenha havido aquisição de cidadania estrangeira), sem interrupção e sem limite de gerações (:-0 Uauuuuu)

Assim, se você tem um antecedente italiano, muito provavelmente você tem direito a cidadania! Se for por linha paterna a descendência, só homens, exemplo, bisavô, avô, pai, e interessado, não há limitação quanto ao ano de nascimento dos filhos(as), ou seja, tem direito independente do ano que nasceu.

Nos casos onde há uma mulher na linha de transmissão, seja no início ou no meio desta linha de descendência, esta mulher só poderá transmitir a cidadania para os filhos (as), nascidos após 01/01/1948 isso porque antes de 01/01/1948 a Itália era reino e só o homem transmitia a cidadania, a nacionalidade para os seus filhos.

Entretanto, como explicaremos em um próximo post, se você for um descendente que tenha uma mulher na linha de transmissão, pode solicitar o pedido da cidadania por via judicial!!!

Vale dizer que não é necessário ter o sobrenome italiano para que você tenha direito a reconhecer sua cidadania italiana pois a cidadania está vinculada ao direito de sangue. Mas se você tem interesse em ter o sobrenome do seu antepassado, é possível inclui-lo!!

Fale conosco que analisaremos se você tem direito a obter a cidadania italiana e conquistar um passaporte livre!

Alla prossima!!! Ciao ciao!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *